Sob a lua vermelha de novembro...

Quando tudo isso começou? Quando as engrenagens do destino começaram a girar? Talvez seja impossível achar a resposta agora, profunda no fluir do tempo...

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

Eu? Apenas mais um andante solitário...mas todos os andantes tem uma ou outra lição a passar devida à sua intimidade com a estrada. A estrada é sábia. Embora seja certo que o caminho ainda segue muito à frente... quantas lições nos esperam?

quinta-feira, agosto 18, 2005

Soneto do Orvalho



Soneto do Orvalho


As estrelas não passam,
não passa o orvalho;
e um augúrio solitário
ecoa dentre galhos...

O frescor das brisas cantantes
– a mágica dos bosques velhos;
e a coruja dos olhos brilhantes
[descerrando mistérios...]

Minguante na serra:
mil flechas de prata
em trespassar pela treva.

Um incêndio, um prazer
ao arder seu orvalho:
só eu, só você.


____________________________

(Autor: Bruno Neves Oliveira)