Sob a lua vermelha de novembro...

Quando tudo isso começou? Quando as engrenagens do destino começaram a girar? Talvez seja impossível achar a resposta agora, profunda no fluir do tempo...

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

Eu? Apenas mais um andante solitário...mas todos os andantes tem uma ou outra lição a passar devida à sua intimidade com a estrada. A estrada é sábia. Embora seja certo que o caminho ainda segue muito à frente... quantas lições nos esperam?

domingo, julho 31, 2005

Sonhos pela janela (2)

****



****

Sonhos pela janela (Aurora de primavera)

Um raio de sol toca a terra;
Suave brisa levanta
sua saudação à primeira pétala...

A luz matutina toca o lago
- espelho frio de cristal;
Matizes coloridos, gelados,
ecoam um acorde austral.

Além da janela, além da tela,
em bela sinfonia nascente,
canta a fênix da primavera...

Levanta, fênix, revive os vales
mortos do inverno!
Bane o gelo dos campos frágeis
para além dos serros!

Manhã de sábado:
a magia do sol
na voz dum pássaro;


Renascem aromas, os perfumes
d'um tempo que não passa, não vem;
Rebrilha uma estrela nos cumes
dos enevoados ermos do além.

O balouçar das bétulas:
desenhos sem fim.
[um pincelar de pétalas...]

As rosas em dança, sob um céu
que canta glória e louvor;
Os anjos em festa, sob um véu
que encerra carinho e calor;

A hipnose das cerejeiras
[um delírio]; a maciez

d'um tapete de plumas vermelhas...

Profusão, a magia da terra
em radiante luz e torpor;
Numa janela.... a primavera
num arco-íris de amor...


______________________________________

(Autor: Bruno Neves Oliveira)

7 Comments:

Anonymous Renan Kendy said...

Lindo, perfeito... nossa... vc é maravilhoso... nossa... sem palavras... ti amo.

6:35 PM  
Anonymous Izabela said...

Lindo como sempre!!!

5:40 PM  
Anonymous vitor said...

muito bom, eh.. bunitinho ^^
vc sempre se supera nos seus poemas \o\
parabéns

10:00 PM  
Anonymous Anônimo said...

Bommm dia nobre escritor!!!!

É sempre prazeiroso saber que você continua poético, e verdadeiro mesmo com o passar do tempo.
Sempre gosto de ser leus poemas.

11:13 AM  
Anonymous Glauber said...

Oi!!
Realmente lindo o poema, como sempre só posso fazer elogios a você, sendo esta pessoa tão especial e tendo um dom tão maravilhoso para escrever...
Adoro mto ler seus poemas, são sempre inspiradores...
Vou indo então...
Abraço!

12:46 PM  
Anonymous Enrique Menezes said...

Sua poesia é sempre muito envolvente, e o mais impressionate é que você consegue sempre manter o bom nível, suas "palavras" foram realçadas pelo som de linger do the Cranberries...tenho visto apenas a beleza da noite ultimamente, obrigado pela bela visão do sol...

7:24 PM  
Anonymous Renan Kendy >. said...

Ah... Meu primeiro comentário ta uma bosta... Pouco não tenho criatividade... XDDDD Enquanto todo mundo usa aquela linguagem polida e tal... XDD

Então, ai eu me vi na obrigação de ti deixar um comentário decente ne?XDDD
Bom o poema esta maravilhoso, incontestável, surpreendente, (ainda sem criatividade) todos os adjetivos que tenho em mente não seriam suficientes ou capazes de expressar a magnitude de tua obra. Bjos e abraços Re. ^.^ (agora melhorou... XDDDD )

3:54 PM  

Postar um comentário

<< Home