Sob a lua vermelha de novembro...

Quando tudo isso começou? Quando as engrenagens do destino começaram a girar? Talvez seja impossível achar a resposta agora, profunda no fluir do tempo...

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

Eu? Apenas mais um andante solitário...mas todos os andantes tem uma ou outra lição a passar devida à sua intimidade com a estrada. A estrada é sábia. Embora seja certo que o caminho ainda segue muito à frente... quantas lições nos esperam?

quarta-feira, julho 20, 2005

Divagações sobre o destino...(1)




Diálogos
(Sanken x Glauber)

***

* Sanken * diz:
há uma lenda grega...(gosta de mitologia grega?)
.:: GLAUBER::. diz:
gosto sim
.:: GLAUBER::. diz:
mas tbm nao conheço a fundo
* Sanken * diz:
há uma lenda grega que trata de três mulheres chamadas de "Parcas"
* Sanken * diz:
uma mais velha, uma adulta e uma jovem
* Sanken * diz:
era dito que as três controlavam os destinos dos homens
* Sanken * diz:
costuravam os destinos dos homens....
* Sanken * diz:
(aí vemos de novo as linhas)
* Sanken * diz:
quando um homem iria morrer, as três parcas cortavam sua linha de vida
.:: GLAUBER::. diz:
hmm...
.:: GLAUBER::. diz:
interessante pensar sobre isso
.:: GLAUBER::. diz:
vc acredita em predestinação?
* Sanken * diz:
bem, era só fazendo um pano de fundo do porquê gosto de imaginar o destino como uma linha....
* Sanken * diz:
sim e não
* Sanken * diz:
estamos predestinados, é verdade...todas as nossas influências e potenciais nos conduzem a um caminho
* Sanken * diz:
porém, também acredito no livre-arbítrio...que algumas pessoas consigam quebrar as influências de seus potenciais e mudar seus destinos...
* Sanken * diz:
digamos que eu acredite em um mix de predestinação e livre-arbítrio
.:: GLAUBER::. diz:
eu me pego pensando nisso sempre...
.:: GLAUBER::. diz:
eu acredito q as pessoas estao predestinadas, e o livre-arbitrio eh de certa forma regulado, pois elas escolherao oq fazer, mas essas escolhas jah estavam predefinidas, jah estava "escrito" q elas fariam esta escolha entende?
* Sanken * diz:
eu entendo
* Sanken * diz:
vamos refletir um pouco sobre isso, então...
* Sanken * diz:
acabei de pensar em algo interessante
* Sanken * diz:
digamos que temos certos sentimentos guardados dentro de nós....em diferentes níveis....alguns tem esses sentimentos, essas características mais afloradas, outros não....bem, digamos que todas as pessoas geralmente guiem seus destinos pelas características que achem mais marcantes....uma pessoa piedosa e amorosa não cometeria um assassinato, pois isso não está em suas características afloradas....
* Sanken * diz:
vamos dizer que essas características "mais afloradas" controlem cerca de 75% dos atos de uma pessoa durante sua vida
.:: GLAUBER::. diz:
certo...
* Sanken * diz:
porém, há 25% que estão em níveis mais profundos, que não afloram com facilidade....mas estão lá....sabe, todos nós, até a pessoa mais sábia e boa, tem ódio em seu coração, mas em níveis submersos profundamente no inconsciente...isso diminui consideravelmente as chances dela, por exemplo, ter um ataque de raiva ou de ódio por alguém, mas HÁ SEMPRE a possibilidade...
.:: GLAUBER::.diz:
claro q sim... msm q esse sentimento esteja oculto, um dia ele pode aparecer
* Sanken * diz:
exato
* Sanken * diz:
então, essa possibilidade pode aflorar devido a uma circunstância trazida pelo destino....essa circunstância, dependendo de sua gravidade, pode repercutir tão fundo na alma dessa pessoa que pode trazer à tona sentimentos esquecidos, sentimentos guardados profundamente....
.:: GLAUBER::. diz:
... *pensando*
* Sanken * diz:
nesse instante, é o melhor momento para discutirmos: essa pessoa, mesmo com esses sentimentos guardados lá no fundo, mesmo com essa pressão enorme (que pode ser, digamos, predestinada justamente para trazer esses sentimentos de volta), essa pessoa pode escolher não manifestar esse sentimento, ou não?
.:: GLAUBER::. diz:
ih... agora vc fez uma pergunta dificil
.:: GLAUBER::. diz:
pq isso realmente pode mudar completamente o destino da pessoa
* Sanken * diz:
sim
* Sanken * diz:
então....quando deparados entre a escolha de manifestar esse sentimento profundo ou continuar com os sentimentos característicos, temos realmente uma escolha?
.:: GLAUBER::. diz:
ou estariamos predestinados a manifesta-los ou não?
* Sanken * diz:
sim
* Sanken * diz:
essa é a pergunta..
.:: GLAUBER::. diz:
a predestinação seria uma historia escrita da pessoa, ou uma especie de perfil?
.:: GLAUBER::. diz:
entendeu oq eu disse/
* Sanken * diz:
eu acredito que seja um perfil
* Sanken * diz:
foi o que eu disse antes
.:: GLAUBER::. diz:
q dentro desse perfil a pessoa pode apresentar as variações...
* Sanken * diz:
porém sempre a imagem será a mesma, ao final
* Sanken * diz:
a imagem como um todo
.:: GLAUBER::. diz:
então nesse momento onde o sentimento aflora acredito q haja o livre-arbitrio
* Sanken * diz:
isso é algo que sempre venho pensando, sabe...
.:: GLAUBER::. diz:
eh dificil isso
* Sanken * diz:
a figura não muda (em termos de humanidade inteira quanto de uma pessoa sozinha)
* Sanken * diz:
é complexíximo
* Sanken * diz:
mas nós estamos fazendo o nosso melhor
* Sanken * diz:
vamos fazer outra analogia

* Sanken * diz:
veja se há alguma falha em meu pensamento, tudo bem?
.:: GLAUBER::. diz:
ok
* Sanken * diz:
vamos supor que estamos costurando um tapete (estou falando da humanidade como um todo)
* Sanken * diz:
já há, na cabeça do costureiro, o desenho-final
* Sanken * diz:
já há, por exemplo, a necessidade de que ele costure duas flores amarelas, uma vermelha, uma listra verde e uma estrela
* Sanken * diz:
bem, digamos que, em algum lugar do globo, uma pessoa realizou um ato de livre arbítrio
* Sanken * diz:
digamos que essa pessoa é um pontinho pequeno no tapete
* Sanken * diz:
essa pessoa vai influenciar todo o tapete
.:: GLAUBER::. diz:
vai?
* Sanken * diz:
só que não vai modificar o produto final...
* Sanken * diz:
vai
* Sanken * diz:
porque, por exemplo, digamos que a ação dela faça aquele pedaço do tapete ficar amarelo
.:: GLAUBER::. diz:
eh verdade... agora sim
.:: GLAUBER::. diz:
concordo c/ vc
* Sanken * diz:
então o costureiro vai ter que aproveitar esse ponto amarelo para criar uma das flores
.:: GLAUBER::. diz:
hm...
* Sanken * diz:
isso modifica o tapete todo, pois a flor poderia ter sido desenhada em outro lugar
.:: GLAUBER::. diz:
mas o produto-final vai ser alterado... se for pensar na flor em si
* Sanken * diz:
não, porque ele vai colocar a flor ali, em amarelo
* Sanken * diz:
aquela flor que necessitava da cor amarela
* Sanken * diz:
o produto-final vai ser o mesmo porque ele atingiu o objetivo dele, certo?
.:: GLAUBER::. diz:
certo...
* Sanken * diz:
ele vai continuar fazendo as duas flores amarelas, a vermelha, a listra verde e a estrela
* Sanken * diz:
só que os locais podem ser diferentes do que alguém esperava
* Sanken * diz:
isso só depende do livre-arbítrio das pessoas
* Sanken * diz:
compreende o que eu digo?
.:: GLAUBER::. diz:
compreendo sim... minha cabeça ta rodando em pensamentos agora
* Sanken * diz:
então talvez você detecte que há uma falha no meu pensamento
.:: GLAUBER::. diz:
o fim vai ser o msm, porem as entrelinhas podem variar?
* Sanken * diz:
exato, foi o que eu disse
.:: GLAUBER::. diz:
entao... cada um decide oq fazer diante das situações, porem o resultado jah estava escrito... bem, realmente eh oq eu penso ser
.:: GLAUBER::. diz:
eh oq vc falou
* Sanken * diz:
sim, agora, a falha...
* Sanken * diz:
você vê?
.:: GLAUBER::. diz:
onde?
* Sanken * diz:
lembra da pessoa que fez um pedacinho do tapete ficar amarelo?
.:: GLAUBER::. diz:
lembro
* Sanken * (Triste...kendy, nunca se esqueça que te amo) diz:
certo, então....a pergunta do milhão:
* Sanken * diz:
"Porque todas as pessoas não fazem o seu pedacinho do tapete ficar amarelo, ou verde, ou vermelho?"
.:: GLAUBER::. diz:
...
* Sanken * diz:
compreende?
.:: GLAUBER::. diz:
acho q sim... to tentando entender
* Sanken * diz:
essa é a falha, mas há uma solução...
* Sanken * diz:
aí vamos ter de recorrer a outra teoria
* Sanken * diz:
vamos dizer que toda a humanidade tem um certo nível de "consciência" compartilhada
* Sanken * diz:
quando uma pessoa tem um nível de consciência maior que as outras (isso já é predestinado), isso significa que junto com ela vai um "Pedaço maior" dessa consciência mundial
* Sanken * diz:
o que faz com que "falte" consciência para outras
.:: GLAUBER::. diz:
nossa... isso eh complexo
* Sanken * diz:
assim, vamos dizer que essa pessoa, que manifestou o livre-arbítrio para fazer o tapete ficar amarelo, tinha uma grande parte de consciência, uma parte maior que as outras....por isso, por ter "roubado" a consciência das outras, as outras não são capazes de, em outros pontos do tapete, manifestarem esse livre-arbítrio (isso do tapete estou falando da humanidade como um todo..)
* Sanken * diz:
por exemplo, esse "ato de livre-arbítrio" que estou falando podem ser revoluções, invenções geniais, etc, etc, etc
.:: GLAUBER::. diz:
certo...
* Sanken * diz:
esses "balões de consciência", com porções maiores de consciência, são válidos tanto para uma só pessoa (microcosmo) quanto para áreas em geral (macrocosmo)
* Sanken * diz:
isso explicaria porque em algumas áreas o nível de consciência é mais elevado....talvez esse nível se acumule durante o tempo....aí já estamos entrando no terreno do hipotético...
* Sanken * diz:
mas daria explicações dos porquês das revoluções na história...
.:: GLAUBER::. diz:
nossa... acho q minha cabeça vai fundir
.:: GLAUBER::. diz:
eh uma coisa pra pensar, mas tenho que refletir muito pra conseguir entender pro completo e tirar uma conclusao
* Sanken * diz:
certo
* Sanken * diz:
deixa eu fazer um resumo geral de tudo
* Sanken * diz:
você entendeu que isso que falei - das porções "maiores" de consciência dirigida a alguns pontos - interferem no tapete como um todo?
* Sanken * diz:
isso só seria válido se houvesse somente uma porção de consciência total, absoluta, para todos os habitantes
* Sanken * diz:
cada um pegaria uma "parte", entende?
* Sanken * diz:
cada um nasceria com uma parte
* Sanken * diz:
uma parte IGUAL
* Sanken * diz:
mas isso não acontece, vamos deficientes mentais e gênios
* Sanken * diz:
assim, isso quer dizer que a porção absoluta não está totalmente distribuída
* Sanken * diz:
agora, você me diz:
* Sanken * diz:
então, na antiguidade, quando tinha menos gente, as pessoas eram mais CONSCIENTES?
* Sanken * diz:
e eu vou dizer que acho que SIM
.:: GLAUBER::. diz:
eram?
* Sanken * diz:
as pessoas tinham uma porção maior de consciência das coisas como um TODO
* Sanken * diz:
em vários aspectos da vida
.:: GLAUBER::. Speed of Sound - Coldplay diz:
mas oq podemos tirar como prova disso?
* Sanken * diz:
a sabedoria excepcional das culturas grega, egípcia e aqui na Améria das culturas Incas, Maias, e várias outras civilizações douradas que já existiram, e que tinham seus habitantes (supostamente) mais conscientes
* Sanken * diz:
porém, hoje somos BILHÕES
* Sanken * diz:
isso significa que cada um de nós deveria ter um pedaço pequenininho de consciência, não é?
.:: GLAUBER::. diz:
é
.:: GLAUBER::. diz:
mas a humanidade fica entao cada vez menos consciente?
* Sanken * (diz:
esse é o ponto!
* Sanken * diz:
o que definimos como consciência?
* Sanken * diz:
a capacidade de não deixarmos sermos manipulados, certo? A capacidade de sabermos o que fazemos, porque fazemos e quando fazemos....
.:: GLAUBER::. diz:
conhecimento
* Sanken * diz:
não, o conhecimento é algo, a consciência é outra beeeem diferente
* Sanken * diz:
conhecimento é intelectual, você pode decorar
* Sanken * diz:
consciência é impossível de decorar
* Sanken * diz:
é SABER O PORQUÊ DAS COISAS
.:: GLAUBER::. diz:
acho q vc tem uma parcela maior q a minha... rs
* Sanken * diz:
hahahahaah
* Sanken * diz:
estou tentando dar um pouco pra você....
* Sanken * diz:
rs
* Sanken * diz:
então abra sua cabeça e leia, e pergunte se não estiver entendendo, ok?
.:: GLAUBER::. diz:
ok
* Sanken * diz:
bem, bom ter tocado no ponto do conhecimento
* Sanken * diz:
é inegável que o CONHECIMENTO da humanidade cresceu muito, desde a antiguidade
* Sanken * diz:
hoje nós temos mais CONHECIMENTO que antes
* Sanken * diz:
mas temos mais CONSCIÊNCIA?
.:: GLAUBER::. diz:
nao... temos menos
* Sanken * diz:
exato...veja a manipulação das TVs, das rádios, dos jornais...
.:: GLAUBER::. diz:
ou mesmo a manipulação de hitler na 2ª guerra
* Sanken * diz:
sim, a do Hitler mostra bem a situação da propaganda para nossas mentes sem consciência
* Sanken * diz:
hoje não pensamos por nós mesmos....
* Sanken * diz:
compramos uma camiseta porque está na moda
* Sanken * diz:
e a falta de consciência é algo que passa de geração em geração
* Sanken * diz:
se uma geração tem pouca consciência, os filhos dela vão ter ou igual ou menos que ela
.:: GLAUBER::. diz:
e isso vai acabar quando? ate onde isso vai?
* Sanken * diz:
porque a educação é algo fundamental na construção da consciência
* Sanken * diz:
até onde vai?
* Sanken * diz:
mas espera, essa é a última pergunta...
* Sanken * diz:
primeiro vamos ver outro detalhe sobre hoje em dia...
* Sanken * diz:
hoje as pessoas estão se tornando SUPER-ESPECIALISTAS
* Sanken * diz:
já ouviu aquela frase: "Especialista é aquele cara que sabe quase tudo sobre quase nada"
.:: GLAUBER::. diz:

* Sanken * diz:
"Super-especialista é aquele que sabe absolutamente tudo sobre absolutamente nada"
* Sanken * diz:
as pessoas estão virando cada vez mais super-especialistas....estão DIVIDINDO O MUNDO em frações pequenininhas.....ESTÃO DIVIDINDO A PORÇÃO ABSOLUTA DE CONSCIÊNCIA
* Sanken * diz:
ou seja, cada uma delas está pegando uma parcelazinha de consciência do mundo
* Sanken * diz:
e investem tudo nela
* Sanken * diz:
e deixam as outras partes da sua própria consciência sobre outras coisas da vida para os outros....entendem?
* Sanken * diz:
entende?
.:: GLAUBER::. diz:
entendi... mas deixam para os outros, q outros?
* Sanken * diz:
ótima pergunta
* Sanken * diz:
quis dizer com isso, de "deixar pros outros", dizer que deixam SEREM INFLUENCIADAS nos outros pontos que não se referem especificamente àquela fração de consciência que detém
* Sanken * diz:
e, se podem ser influenciadas por outros, quer dizer que estão DANDO essa parcela de consciência para os outros...
.:: GLAUBER::. diz:
ah sim... agora sim
* Sanken * diz:
um médico-cirurgião, por exemplo
* Sanken * diz:
que é um super-especialista naquilo que faz, que pode ser cirurgia de coração
* Sanken * diz:
sabe tudo nos mínimos detalhes
* Sanken * diz:
ele "gasta" tanta da sua "energia" ali, que fica sem ela para "lutar" contra as manipulações que a TV traz, por exemplo....fica cansado para discutir, ou pensar sobre isso....ele pensa: já tenho algo para me agarrar, sou ótimo nisso....o resto tanto faz....
* Sanken * diz:
é mais ou menos assim...
.:: GLAUBER::. diz:
hmmm
* Sanken * diz:
o mundo está caminhando para isso...
.:: GLAUBER::. diz:
kra... to adorando conversar c/ vc, mas minha mae tah reclamando aki jah, q ta tarde d+, a gente pode continuar depois?
* Sanken * diz:
claro que pode....já era tempo, mesmo
.:: GLAUBER::. diz:
tenho q ir então...
* Sanken * diz:
quando a gente tenta absorver conhecimento demais muito rápido, acaba não absorvendo nada
* Sanken * diz:
Até mais, boa noite...


***
________________________________

(Fim da parte I das Divagações)

3 Comments:

Anonymous Glauber said...

Oi Bruno!
Bom, essa conversa aí me fez pensar muito, eu acho que eu nunca tinha conseguido enxergar estas coisas que a gente discutiu...
Foi ótima a conversa e espero que possamos ter outras do tipo...
Vou ficando por aki então!
Abraço pra vc! ^^
Tchau

4:08 PM  
Anonymous Enrique Menezes said...

Amigo Bruno,

Adoro discussões de cunho filosófico, acho que foi por isso que resolvi fazer a graduação na faculdade estadual, aqui do Ceará.Já vi teóricos discorrerem teses bem estruradas e profundas, mas sempre me facinou a filosofia desenvolvido durante um diálogo.

Um abraço.

9:45 PM  
Anonymous Renan Kendy said...

Bom... no msn ja disse que fiquei mto impressionado contigo, nunca vi uma pessoa com capacidade intelectual tao avançada, para a nossa idade e para com os habitantes do planeta Terra, isto é algo extraordinário. Vc me deixou mais apaixonado e ao mm tempo mais feliz, por saber que dentre 6 bilhões de humanos na Terra, eu conheci vc, vc é meu príncipe, meu querido, meu amado.
bjos de quem ti quer mto bem.

"Que a sabedoria nunca nos falte, pois ela iluminará o nosso caminho" Renan

10:29 PM  

Postar um comentário

<< Home