Sob a lua vermelha de novembro...

Quando tudo isso começou? Quando as engrenagens do destino começaram a girar? Talvez seja impossível achar a resposta agora, profunda no fluir do tempo...

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

Eu? Apenas mais um andante solitário...mas todos os andantes tem uma ou outra lição a passar devida à sua intimidade com a estrada. A estrada é sábia. Embora seja certo que o caminho ainda segue muito à frente... quantas lições nos esperam?

terça-feira, junho 07, 2005

À espera...de um raio de luz... (especial)

******





À espera...de um raio de luz...


Ouço o som da vida lá fora...
ou é o som da vida dentro de mim?
Um rufar de um tambor sem nota,
compasso sem início ou fim.

Eu só espero um raio de luz.

Olho o céu: azul.
A tempestade está dentro de mim?
Dança de trovões, norte ao sul;
A água não caía, o sangue sim.

Ainda espero um raio de luz.

Pétalas pendem...uma rosa ferida.
Ruem Pilares...um templo se vai.
Ponteiros cantam...que é a vida?
Sinos choram...que é da paz?

Ó raio de luz, quando vens?

Um traço escarlate nas trevas:
que cura a uma rosa retém?
Fátua beleza... para onde a leva
ao morreres, ó rosa?....me leva também.

Raio de luz, tu não vens?

Vagueio solitário no salão de memórias;
memórias vagueiam solitárias dentro de mim.
Elo a elo, teço um fio de uma história
e choro: quero o futuro, mas ao passado vim.

O raio de luz não vem.

Não há esperança, uma lágrima seca.
Olho além da janela, e vejo-te ali,
em trevas, docemente à espera
do mesmo raio de luz que não vi.

De onde mesmo vem um raio de luz?

Meu coração chora por ti; meu corpo
geme o suplício da minha alma através.
Criaria um raio de luz com meu sopro
e morreria ajoelhado a teus pés.

Porque eu queria mesmo um raio de luz?

Dêem-me as trevas nas quais afunda;
Façam-me sofrer por ti;
Mas que não deixem que, nunca,
percas as esperanças como perdi.

Por favor, recebe meu raio de luz por mim!

Do abismo agora serei presa,
pois minha faísca de luz passei a ti;
Mas, ainda que não mais o veja,
deixarei contigo... um traço de mim.

E uma rosa se curou, sob um raio de luz...


******


____________

(Autor: Bruno Neves Oliveira)

2 Comments:

Anonymous vitor said...

eu chorei, eu tremi, eu me emocionei com o q vc escreveu, naum sei o q dizer..
vc eh perfeito, completa o q falta em mim.
naum quero te perder nunca.

1:36 PM  
Anonymous Bela said...

Bruno??Sem palavras!!O q vc escreveu eh simplesmente...perfeito!!mto lindo...

7:08 PM  

Postar um comentário

<< Home