Sob a lua vermelha de novembro...

Quando tudo isso começou? Quando as engrenagens do destino começaram a girar? Talvez seja impossível achar a resposta agora, profunda no fluir do tempo...

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

Eu? Apenas mais um andante solitário...mas todos os andantes tem uma ou outra lição a passar devida à sua intimidade com a estrada. A estrada é sábia. Embora seja certo que o caminho ainda segue muito à frente... quantas lições nos esperam?

quarta-feira, dezembro 14, 2005

Eien / Parte II




Parte II

********

Nas vidas que as horas levam;
Nas ondas que as chuvas regam;
Nas estradas que as asas negam;
um brilho de íris... (em dons de mistério)


[Rabisco mil nomes
no mundo a cair;
Nas folhas que passam
um pouco de mim
]

Suspiram os seios do mármore
fadados ao eterno pensar;
Sublimam degelos dos mares
fragrâncias salinas ao ar;


[Reflete o espelho do lago
– cristalino, teu rosto a sonhar... –
as cobertas eu contigo abraçado;
um coração em fogueira a pulsar;
]

E todas as montanhas velam
o despertar das rosas;
E todos os cisnes elevam
um colar de pérolas;


[Quem conta, amor
tantas rosas faceiras,
as lindas palmeiras
que plantei por ti?
]

Dança a carruagem
de cavalos em fogo
em infinda viagem
de céu a morro;


[O ouro dos campos
envolto em trigais:
Querido, eis meu manto
de paixão e de paz...
]

(Eien...)


********