Sob a lua vermelha de novembro...

Quando tudo isso começou? Quando as engrenagens do destino começaram a girar? Talvez seja impossível achar a resposta agora, profunda no fluir do tempo...

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

Eu? Apenas mais um andante solitário...mas todos os andantes tem uma ou outra lição a passar devida à sua intimidade com a estrada. A estrada é sábia. Embora seja certo que o caminho ainda segue muito à frente... quantas lições nos esperam?

segunda-feira, janeiro 24, 2005

Do Poema-Despedida de Ori

na câmara de Mazarbul




*******

Tum, Tum, Tum;
Tambores, tambores nas profundezas;

Tum, Tum, Tum;
Quem, quem é que bate, das profundezas?

Tum, Tum, Tum;
Orcs, Trolls; Que, que mais jaz nas profundezas?

Tum, Tum, Tum;
Sombra, chamas. Um Balrog está nas profundezas!

Tum, Tum, Tum;
Vozes sob o chão: o inimigo vela, espreita;

Tum, Tum, Tum;
Balin partiu, partiu o futuro e a certeza;

Tum, Tum, Tum;
A ruína de Durin agora nas ruínas reina;

Tum, Tum, Tum;
Chegou o fim; O inimigo nos rodeia...


*******
___________

(Autor: Bruno Neves Oliveira)